feriado social

Praia no Pará – Salinas
Sim, o Pará tem praia.

E não é que tem mesmo praia no Pará?!

Em julho é verão por aqui por cima. E bote verão nisso. Prepare-se pra um calor semi-infernal. E aí, com sol, calor e férias, o que todo mundo faz? Vai pra praia. Praia do Atalaia, Salinas

A cidade de Salinas

É a cidade de praia que mais recebe nossa visita em julho é a cidade de Salinas. É o destino ideal para gosta de lugares mais agitados, onde tocam as músicas do momento e se concentra o público mais jovem cheio de vida.

Algumas empresas liberam os funcionários na sexta-feira ao meio dia, para que eles aproveitem melhor os finais de semana de julho. Até meio verão europeu isso, hein! E então todo mundo arruma a mochila e dirige pra Salinas. São cerca de 3 horas de carro numa estrada tranquila. A não ser pelo engarrafamento, dependendo do horário. E engarrafamento é uma coisa normal em Salinas. Quem vai pra lá, sabe que vai passar por isso. Faz parte do processo da cidade. Mas é uma das poucas coisas chatas de lá.

Praia no Pará

A rotina do “Sal”

Salinas tem um apelo irresístivel: praia o dia inteiro. De manhã, de tarde, de noite, de madrugada. Geralmente, quem gosta de balada faz assim: Acorda na hora do almoço, vai pra praia no começo da tarde, fica o dia inteiro e come por lá mesmo tudo que Salinas tem pra oferecer na hora da fome. Até yakissoba quentinha você encontra na praia. Ao cair da noite você dá um pulo rápido em casa, toma um banho e se arruma pra boate na praia. Mas nem pense em passar perto da cama, ou é capaz de você ficar por lá mesmo.

Depois de arrumado, siga para boate e dance até o sol nascer. Volte pra casa, durma, acorde ao meio dia e comece tudo novamente. Tem quem fique na praia direto, sem nem passar em casa. Muita gente vai pras boates de biquini e sunga, mostrando o bronzeado conquistado horas antes. Eu prefiro me recuperar com um banho.

Praia no Pará

Praia no Pará

A Salinas mais tranquila

Quem não gosta de badalação pode seguir à noite para o Maçarico. Por lá as famílias passeiam, jantam, fazem compras nas muitas lojinhas e quem ainda não tem idade pra boate paquera tomando sorvete. É o lado mais calmo de Salinas. Qual você prefere?

Salinas diferentona

O diferente dessa praia no Pará é o fato de os carros chegarem até a água.

Você chega até areia de carro e senta numa mesa ao lado do seu carro. Liga o som, abre o porta-malas e usa e abusa do isopor recheado de bebidas. As barracas que ficam por lá servem as comidas enquanto você bebe o que trouxe. Mas eles também servem bebidas, caso você não queria se preocupar com nada.

Praia no Pará

E também as boates chamam a atenção. São pelo menos três boates ali no meio da praia.  Uma ao lado da outra. E todas estilosas, com decoração exclusiva, com direito a lounge beach e atrações nacionais. E ninguém se importa de pagar R$ 300 para entrar em uma delas.

E tudo que acontece em Salinas, eu só encontro mesmo em Salinas. Não dá pra imaginar nosso verão sem as praias do Sal. Se quiser ficar íntimo, é assim que você vai falar de Salinas.

FIQUE POR DENTRO

Pra não perder nenhuma notícia, me segue no twitter e confere as fotos das minhas viagens no instagram. Ah, e todos os vídeos de viagem estão lá no meu canal do YouTube.

3409 Visualizações

Shortlink para este artigo:

Dany Colares

Jornalista, produtora de vídeo e mestra em TV e Cinema pela Universidad San Pablo CEU, de Madri. Já morou em San Diego, Madri e agora vive em Londres, de onde escreve sobre lugares, pessoas, baladas e tudo mais que descobre em suas viagens pelo mundo.

COMENTÁRIOS

  1. Ciça disse:

    Maninho, parabéns pelo blog. Conteudo, visual… tudo maravilhoso! Perfeito para matar saudades e se informar sobre a terrinha!

  2. Cassiano disse:

    Belo artigo mostrou tudo essa foto das dunas está incrivel o lugar parece ser lindo, não gostei da pate de abre o porta malas do carro e liga o som isso ja me espanta enche o saco mas da para tolerar se tiver alternativa de ficar longe

Gostou do post? Me diz o que pensa!





CommentLuv badge

* Campos de preenchimento obrigatório