feriado social

Viagem pela Europa – Paris e a Torre Eiffel

De estação Notre Dame peguei a linha amarela pra estação Champ de Mars-Torre Eiffel. Desci, dei poucos passos e lá estava ela: LINDA. GIGANTE. CHARMOSÍSSIMA.

A Torre Eiffel, ao contrário de outros pontos turísticos mundiais que já conheci, não me decepcionou em nada. Era exatamente como imaginava, e até mais. Era mais um risquinho na lista de coisas pra fazer antes de morrer.

a

Pra variar, MUITOS turistas. A fila pra pegar o bondinho pra subir na Torre estava infinita e eu não podia correr o risco de me atrasar. Fiquei ali por baixo, viajando em pensamentos, fui até o jardim, fiz várias fotos e depois sentei um pouco pra curtir o momento. Eu me dou muito bem comigo mesma e estava adorando conhecer estes lugares perdida em tanta coisa que passava pela minha cabeça.

Sentei no Champ de Mars pra ler meu livro espanhol e vira e mexe ouvia os mais diferentes idiomas e parava um pouco pra ver todas aquelas pessoas que passavam ao redor. Fotos, fotos e mais fotos, de todos os ângulos possíveis. Imaginei que à noite ela deve ficar ainda mais bonita. Pena que eu não podia ficar ali esperando.

b

c

Na hora de ir embora não é que tive que usar todo meu francês de novo?! Vieram me perguntar se eu era árabe, porque segundo o dito cujo eu tinha feições árabes. É, realmente a gente ouve de um tudo nessa vida. Falei que não, que não éra árabe e foi o só o que o dito cujo queria para começar uma conversa. No fim de tudo, quando falei que tinha que ir embora pegar o metrô ele me diz: “Então vamos, eu vou pra lá também.” Não, muito obrigada. Minha mãe me falou, antes de eu viajar, pra eu não deixar meu copo sozinho em festas, pra me alimentar direito e pra nunca ir pro metrô com gente que eu não conheço. Minha mãe é uma garota esperta. Pelo menos a conversa valeu pra mostrar que sim, eu posso me virar em francês.

Despachei o rapaz e continuei minha rotina de turistas: tirar fotos.  Segui pro Rio Sena. Passeei um pouco lá por baixo, vi um casal trés romantique sentado num banco às margens do Sena e imaginei que essa cena não poderia faltar. Como minha cabeça funciona de roteiro em roteiro, me veio na hora o filme Antes do Pôr do Sol. Só faltou Nina Simone cantando ao fundo.

d

Quando olhei pro relógio já estava na hora de seguir pro meu próximo e, infelizmente, último ponto turístico de Paris: o Louvre.

5571 Visualizações

Shortlink para este artigo:

Dany Colares

Jornalista, produtora de vídeo e mestra em TV e Cinema pela Universidad San Pablo CEU, de Madri. Já morou em San Diego, Madri e agora vive em Londres, de onde escreve sobre lugares, pessoas, baladas e tudo mais que descobre em suas viagens pelo mundo.

COMENTÁRIOS

  1. Alline Lemos disse:

    Nunca mais tinha vindo aqui… que bom que vc tá atualizando com freqüência. Adoro suas histórias. Comigo aconteceu uma história parecida com essa que vc contou, desse rapaz. No meu caso era um italiano (estávamos em Milão), se passando por espanhol, o que eu saquei na hora. Disse que me achava linda, que as brasileiras eram lindas (pra não dizer gostosas já que os europeus nos vêem assim mesmo…HOT GIRLS uuh :P) e blablabla. Usei o cara um pouquinho pra tirar umas fotos pra mim e quando fomos comprar refri numa lanchonete, acreditas que ele teve a cara de pau de ir de mãos dadas comigo? AAAARGH eu quis vomitar. Mostrei a aliança, me despedi meio áspera e fui embora. Povo confiado, hein? Aquela comunidade do Orkut “sou legal, não estou te dando mole” nunca fez tanto sentido pra mim 😛

    Beijos, querida!

  2. aiiii.. realmente, só faltou Nina Simone..
    ahhahaha adorei a parte do árabe!
    tô me atualizando da tua vida aqui, xuxu!
    que bom que tá dando tudo certo!
    beijoooo
    amo!

  3. Lucy Leite disse:

    Estou indo para lá domingo!!! Que emoção!!! Já tenho aqui o roteiro que eles percorreram em Antes do Pôr do Sol, inclusive. Filme gostoso! Será minha primeira vez em Paris! Uhuuu 🙂

  4. Marcia disse:

    Ainda quero conhecer Paris, muito legal seu post!

  5. Paris é sempre apaixonante. Visitar a Torre Eiffel é imperdível
    Fernando Cezar Pauletto postou recentemente sobre Tudo sobre a Torre EiffelMy Profile

Gostou do post? Me diz o que pensa!





CommentLuv badge

* Campos de preenchimento obrigatório