feriado social

Roteiro Budapeste
Budapeste dia 2

Roteiro Budapeste

No nosso segundo dia do roteiro Budapeste teve Mercado Municipal, passeio de ônibus e uma vistas incríveis da cidade.

O que fazer em Budapeste

1) Fizemos uma caminhada até o Halászbástya. Construído no final do século 19, este conjunto de sete torres em estilo gótico merecia uma menção honrosa na lista de maravilhas do mundo. Lindo, é um dos pontos preferidos dos turistas em Budapeste para fotografias.

2) De cima do Halászbástya a gente tem uma visão esplendorosa da cidade. Chegamos lá depois de passarmos pela ponte Széchenyi Lánchíd, a mais famosa da cidade – realmente linda! Você pode subir lá de bondinho – 3 euros – ou a pé. Preferimos caminhar. Não cansou nadinha nadinha.

roteiro de 3 dias em Budapeste ponte Széchenyi Lánchíd

roteiro de 3 dias em budapeste ponte Széchenyi Lánchíd

roteiro de 3 dias em budapeste ponte Széchenyi Lánchíd

O próprio edifício do Halászbástya é magnífico. Passamos cerca de 1:30h fazendo fotos e simplesmente conversando sentados vendo como aquele lugar é incrível.

roteiro de 3 dias em Budapeste Halászbástya

roteiro de 3 dias em Budapeste Halászbástya

E suas vistas de Budapeste são fenomenais.

roteiro de 3 dias em Budapeste vista do Halászbástya

roteiro de 3 dias em Budapeste vista do Halászbástya

roteiro de 3 dias em Budapeste vista do Halászbástya

E segue o roteiro Budapeste.

3) Do Halászbástya caminhamos umpouquinho mais e fomos para o Castelo do Buda, tiramos várias fotos do lado de fora porque estava fechado naquele dia e, como não entramos, eu aproveitei pra tomar um Ghluwein (o vinho quente europeu) pra espantar um pouco o frio que fazia.

4) Apesar do sol lindo que fazia o friozinho reinava. Caminhamos de volta pela ponte Széchenyi Lánchíd e voltamos para o outro lado do Rio Danúbio. Paramos para o almoço/jantar muito comuns nessas viagens, e todos fomos de Goulash, um guisado de carne de vaca, comida típica de Budapeste.

roteiro de 3 dias em Budapeste Castelo do Buda

roteiro de 3 dias em Budapeste Castelo do Buda

roteiro de 3 dias em Budapeste Castelo do Buda

Tentamos ir nos banhos termais de Budapeste, mas naquele dia era exclusivamente masculino. Sim, tem isso. Então procure informações caso você queira ir em um na hora de organizar seu roteiro Budapeste. Nos indicaram outro banho termal, este para homens e mulheres, mas fiva muito longe do Castelo do Buda, entñao decidimos ñao ir.

Balada em Budapeste e a bolsa roubada

6) O bar. De lá decidimos que iríamos para uma outra balada em Budapeste naquela noite. Paramos em um bar que estava vazio, porque ainda era bem cedo. Nota: em Budapeste, como várias outras cidades do leste da Europa, a badalação começa bem, bem tarde.

O povo foi chegando, as rodadas de cerveja húngara também. Inauguramos a pista de dança. Lá pelas tantas, na hora de ir embora, percebemos que uma das meninas do grupo teve a sua bolsa roubada, ali, na nossa cara! A bolsa, cheia de documentos, dinheiro e passaporte (ui!). Pior de tudo, a dona da bolsa jamais saiu da mesa. O gatuno teve a ousadia de roubar a bolsa na cara dura, com o povo ali, sentado.

Bom, do bar, lá fomos nós todos a delegacia em Budapeste mais próxima, que diga-se de passagem era MUITO longe. Andamos muito. Tivemos que esperar chegar um policial que falava inglês, mas que naquele momento estava fazendo ronda. Aí quando me chega o tal policial, muito bonito por sinal, ele nos diz que só pode fazer alguma coisa na manhã do dia seguinte porque há um policial específico para isso e que só trabalhava em horário normal. Que tal?

Moral da história, proteja seu passaporte em qualquer lugar do mundo. Na bolsa, na mochila, no bolso. É melhor evitar dor de cabeça, não?

Não teve jeito, lá fomos nós de volta pro hostel.

FIQUE POR DENTRO

Pra não perder nenhuma notícia, me segue no twitter e confere as fotos das minhas viagens no instagram. Ah, e todos os vídeos de viagem estão lá no meu canal do YouTube.

2697 Visualizações

Shortlink para este artigo:

Dany Colares

Jornalista, produtora de vídeo e mestra em TV e Cinema pela Universidad San Pablo CEU, de Madri. Já morou em San Diego, Madri e agora vive em Londres, de onde escreve sobre lugares, pessoas, baladas e tudo mais que descobre em suas viagens pelo mundo.

COMENTÁRIOS

Gostou do post? Me diz o que pensa!





CommentLuv badge

* Campos de preenchimento obrigatório