feriado social

Viajar pra Turquia – Chegar em Istambul e um apto turco

Como foi chegar em Istambul diretamente e conhecer um apto turco

 

Deve ser por isso que dizem que o tempo voa. Antes, eu estava morta de ansiedade para que chegasse logo a hora de viajar pra Turquia para o casamento de um grande amigo: com uma to do list interminável: comprar o presente do casamento, ler todo o guia de Istambul, decidir passeios, comprar passagens de trens, ver o vestido do casamento, jóias, cabelo, maquiagem.

Mas fui deixando pra depois, pra depois… Resultado? O tempo voou! Lá estava eu comprando o vestido, meia-calça, bolsa e tudo mais no dia anterior ao de viajar pra Turquia. Tsc, tsc, tsc.

Bem-vindo a Istambul

O vôo Iberia para Istambul saiu do aeroporto Barajas na hora e chegamos sem atrasos na Turquia. Ao chegar em Istambul, dentro do aeroporto Ataturk, à caminho da Imigração passamos por uma mesquita. Normal, se nos aeroportos brasileiros tem capela, nada mais normal do que no aeroporto da Turquia, país muçulmano, ter uma mesquita.

Na imigração descobri um dado curioso:  Espanhóis – e pessoas de muitos outros países – precisam pagar 15 euros pelo visto. Brasileiros não. O pagamento é feito ali mesmo, bem rápido. Pagamos os 15€ do Mr.M e logo estávamos em solo turco.

viajar-pra-turquia

Sair do aeroporto de Istambul

Trocamos os euros pelas turcas liras (uma média de 2 liras turcas para cada 1€) e do aeroporto pegamos um ônibus normal (3,50 liras) até Taksim, o centro da cidade.  Ali era o ponto de encontro com o amigo na casa de quem nos hospedaríamos em Istambul.

O trajeto até Taksim demorou 1 hora exata. Passeamos por grande parte da cidade e pude ver como Istambul ébonita: suas ruas são relativamente limpas, mas o céu tem aquela nuvem meio marrom de poluição. E o que pude ver também é que os turcos dirigem loucamente. O trânsito é caótico e todos os motoristas têm seu lado Massa e Alonso muito bem aflorado.

Ligando para um telefone turco 

Descemos em Taksim e fui comprar um cartão telefônico (4 liras) para ligar para o Unur, meu amigo. Foi complicado fazer a ligação sem entender nada do que aparecia na tele do telefone público. Deixo a dica: para ligar para dentro da Turquia, basta discar 0 + nº.

viajar-pra-turquia

Um apartamento em Istambul e meu 1º vexame

O Unur é de Ankara, a capital da Turquia, mas vive há seis anos em Istambul e divide o apartamento com um amigo. Nos encontramos em Taksim,  e de la andamos pro apartamento dele. A namorada nos esperava e eu,c laro,  fui logo entrando e dando dois beijos nela. Foi o primeiro momento vergonha alheia. Muitos outros viriam. Nada de dois beijos na cultura muçulmana.

Mr.M, mais civilizado, lá do corredor estendeu a mão e perguntou se deveria tirar o sapato. Eles disseram que sim. E eu já estava ali dentro, em pé no corredor, ignorando completamente o pequeno móvel cheio de sapatos bem em frente à porta. Me desculpei, voltei e tirei minhas botas. Mais um vexame.

Um dos motivos para eu ter aceito a oferta de ficar na casa do Unur foi o fato de estar numa casa turca e poder conhecer um bairro residencial turco, ver um pouco como eles vivem. Isso eu não teria conseguido se decidisse viajar pra Turquia e ficar em um hotel.

O apartamento de dois quartos é bem grande e com tapetes em todos os cômodos.  A sala é gigantona e a cozinha média. Nada na realidade muito diferente de um apartamento no resto do mundo.

A única coisa mesmo diferente era o banheiro, enorme. E com um box que tem um desnível grande, o que permite que se tome banho sentado. Fato do dia: os turcos tomam banho sentados! 😛

Enfim, a única indicação de que estávamos em um apto turco eram os tapetes turcos em todos os cômodos, os sapatos na entrada e a grande quantidade de shishas pela casa.  Depois de deixar nossa coisas, fomos andar pelo centro de Istambul.

3035 Visualizações

Shortlink para este artigo:

Dany Colares

Jornalista, produtora de vídeo e mestra em TV e Cinema pela Universidad San Pablo CEU, de Madri. Já morou em San Diego, Madri e agora vive em Londres, de onde escreve sobre lugares, pessoas, baladas e tudo mais que descobre em suas viagens pelo mundo.

COMENTÁRIOS

  1. Renilse disse:

    Adorei o post!! Emagrece??Quero morar na Turquia tambem…kkkk
    beijos

Gostou do post? Me diz o que pensa!





CommentLuv badge

* Campos de preenchimento obrigatório